RSS
email

O que é o TDAH?






O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD.



Existe mesmo o TDAH?

Ele é reconhecido oficialmente por vários países e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns países, como nos Estados Unidos, portadores de TDAH são protegidos pela lei quanto a receberem tratamento diferenciado na escola.



O TDAH é comum?

Ele é o transtorno mais comum em crianças e adolescentes encaminhados para serviços especializados. Ele ocorre em 3 a 5% das crianças, em várias regiões diferentes do mundo em que já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos.

Quais são os sintomas de TDAH?

O TDAH se caracteriza por uma combinação de dois tipos de sintomas:

1) Desatenção
2) Hiperatividade-impulsividade







O TDAH na infância em geral se associa a dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores. As crianças são tidas como "avoadas", "vivendo no mundo da lua" e geralmente "estabanadas" e com "bicho carpinteiro" ou “ligados por um motor” (isto é, não param quietas por muito tempo). Os meninos tendem a ter mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que as meninas, mas todos são desatentos. Crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como por exemplo, dificuldades com regras e limites.


Em adultos, ocorrem problemas de desatenção para coisas do cotidiano e do trabalho, bem como com a memória (são muito esquecidos). São inquietos (parece que só relaxam dormindo), vivem mudando de uma coisa para outra e também são impulsivos ("colocam os carros na frente dos bois"). Eles têm dificuldade em avaliar seu próprio comportamento e quanto isto afeta os demais à sua volta. São freqüentemente considerados “egoístas”. Eles têm uma grande freqüência de outros problemas associados, tais como o uso de drogas e álcool, ansiedade e depressão.




Próximo post-  Quais são as causas do TDAH? aguardem....






Bookmark and Share

5 comentários:

Arcanum disse...

rsrsrs

Prezado Ebrael

Em resposta ao seu comentário. Sim, vc fala com o Paulo Néry do Blog Arcanum (pelo que sei só existe um que comanda o mesmo), que aliás, vc e sua amiga já visitaram , a que tive muito orgulho uma vez de receber dela um selo, que se tiverem todo cuidado de observar ainda se encontra, com todo carinho, na lateral esquerda do Arcanum.

Quanto aos selos, vcs merecem em reconhecimento pelo prestigioso trabalho que vcs tem exercido neste espaço, que considero um empreendimento elevado. Sou suspeito em falar sobre mim, mas a snceridade é uma das minhas características, seja na paz ou na guerra. Prosigam sempre.

Abraaços igualmente fraternias a vc e sua associada nesta jornada.

Paulo Néry- Blog Arcanum

Claudinha disse...

É um transtorno que deixa a família com sentimentos muito ruins. Por um lado, amam a criança, por outro, não aguentam sua inquietude, sua agitação. Não é raro vermos mães chorando por cansaço!
Convive com uma mãe cujo filho mais velho tinha Déficit de Atenção. O menino não parava de correr, subir nas coisas, de se sacudir. A mãe da criança chorava muito.
Para as crianças também deve ser motivo de muito sofrimento, pela dificuldade em fazer amizades. Ninguém consegue ficar no lado dessas crianças. Nenhuma outra criança acompanha seu ritmo. Infelizmente...
Bjs!

Ebrael Shaddai disse...

Joici,

Será qu eu sou hiperativo?? Desatento, impulsivo, tem mai algum sintoma além deste dois??

BJs!!

ahh.. Quem sou eu?!! disse...

Ebrael

Pessoas que sejam impulsivos e hiperativos podem ser vistos simplesmente como mal comportados.

O TDAH se caracteriza pela tríade: Hiperatividade, Impulsividade e Desatenção, é preciso que esses sintomas se apresentem por mais de seis meses, em mais de um ambiente e que causem problemas na vida da criança/pessoa . Mas não basta apresentar essas características. Para que se faça o diagnóstico é preciso que vários critérios sejam satisfeitos.

Acompanhe as demais postagem que isso poderá lhe ajudar a saber se sofre de TDHA...

bjs

Joicinha

Carmem Fidalgo disse...

Olá, coloquei uma imagem sua em meu blog, seu quiser q eu retire, favor entrar em contato: carmemfidalgo@gmail.com

Adorei seu blog, e entrei como seguidora, visite o meu carmemfidalgo.blogspot.com

Obrigada, um abraço

Carmem Fidalgo

 

Adotar é tudo de bom

Gentileza Gera Gentileza

CITAÇÕES


PageRank!">www.e-referrer.com
Widget FerramentasBlog


Gazeta dos Blogueiros TweetMeme Chicklet