RSS
email

Mundo Grande por Carlos Drummond de Andrade

Carlos Drummond de Andrade declamando uns de seus poemas Mundo Grande .



Bookmark and Share

4 comentários:

Edvalter disse...

Pobre Drumond, tão sábio, mas tão carente das misericórdias de Deus, este foi um dos momentos de suas lamúrias que valem a pena ser relembradas, Parabéns pelo post!

João Poeta disse...

Depois de ouvir este poema, vou pensar mais um pouco antes de dizer que tenho um coração grande...
João

Ebrael Shaddai disse...

Joici,

O Drummond entendeu que o coração do homem é uma miniatura do que bate em ressonância no Coração do Mundo. A alma do homem é como a Anima Mundi, dos Alquimistas. A Anima Mundi tbm aprende, ama, se debate, se adoenta e se cura. Enfim, o Mundo não é tão grande, assim como o Homem não é tão pequeno!! A distância não é tão longa, nossa arteriosclerose mata mais é por falta de amor e não por falta de coração!!

Bjs!!

Luciano A.Santos disse...

Salve Drummond!

Com certeza um grande mestre. Até hoje sinto algo diferente ao ler Morte do Leiteiro.

 

Adotar é tudo de bom

Gentileza Gera Gentileza

CITAÇÕES


PageRank!">www.e-referrer.com
Widget FerramentasBlog


Gazeta dos Blogueiros TweetMeme Chicklet